01/06/2020 - 15:00 - Atualizado em 14/07/2020 - 16:39

Postal Saúde anuncia novas regras de parcelamento de débitos para facilitar pagamento

A iniciativa tem por objetivo atender a uma antiga solicitação dos beneficiários, bem como aprimorar o processo de cobrança e recebimento dos valores inadimplentes


Mais uma facilidade para os beneficiários aposentados e afastados que precisam parcelar os débitos referentes ao plano de saúde. A partir desta segunda-feira (1º de junho) entraram em vigor as novas regras para parcelamento, aprovadas no mês de maio pela Postal Saúde.

A iniciativa tem por objetivo atender a uma antiga solicitação dos beneficiários, bem como aprimorar o processo de cobrança e recebimento dos valores inadimplentes.


Em termos gerais, as principais mudanças referem-se ao número máximo de parcelas do boleto, que passou de 18 para 24 e à quantidade mínima de parcelas em atraso a serem aceitas para o fracionamento da dívida: agora uma única parcela é aceita, desde que o valor seja de R$ 200. Informamos que esse valor (que inicialmente era de R$ 100) foi alterado para melhor atender às necessidades dos beneficiários.

Confira a tabela:


Com a implementação dessas novas regras, a intenção da Postal Saúde é facilitar o fracionamento da dívida para os beneficiários com algum valor pendente, viabilizando o pagamento; evitar o cancelamento do plano, por inadimplência; e aprimorar o processo, de forma que todos sejam beneficiados.


Negociação de valores

Sendo assim, orientamos que os beneficiários com algum débito em aberto aproveitem as novas regras para realizar a negociação desses valores e regularizar sua situação no plano de saúde.


Vídeo sobre o parcelamento

Assista ao vídeo abaixo:



Central de Atendimento

Em caso de dúvidas, o beneficiário pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Beneficiário, pelo 0800 88 8116 .

Lembramos que, devido à pandemia e ao plano de contingência adotado pela Postal Saúde, o atendimento presencial nas filiais da Postal Saúde está suspenso.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Foto: 123 RF