02/10/2020 - 14:00 - Atualizado em 02/10/2020 - 14:45

Aprovadas novas regras de parcelamento de débitos. Confira!

A mudança inclui negociação mais vantajosa para o beneficiário e ampliação na quantidade máxima de parcelas, que passou de 24 para 36 vezes


A Postal Saúde aprovou novo modelo de negociação para os parcelamentos dos débitos, que será aplicado a partir de 1º de outubro de 2020.


A medida tem por objetivo oferecer condições de pagamento mais vantajosas, diante do atual contexto de pandemia que impactou economicamente vários beneficiários; incentivar o pagamento das dívidas e aprimorar o processo de cobrança.


O novo modelo consiste na atualização monetária da dívida apenas pelo Índice Nacional dos Preços ao Consumidor (INPC) desde a data da inadimplência até a data da negociação, atualizando assim para valor presente, não havendo correção no parcelamento.


Mais novidade: parcelas em até 36 vezes


Outra novidade é a ampliação na quantidade máxima de parcelas, que passou de 24 para 36 vezes, desde que o valor mínimo seja de R$ 100,00, conforme regra aprovada em junho.


Anteriormente, o modelo praticado compreendia a incidência do INPC desde a data da inadimplência atualizada até a data da negociação, adicionado aos juros de 1% ao mês, em casos de parcelamentos; ou seja, juros de 12% ao ano.


Logo, quanto maior era o número de parcelas para pagamento, consequentemente maiores eram os juros aplicados.


Confira o quadro-resumo das mudanças:



Para melhor entendimento quanto ao novo modelo de juros, apresentamos abaixo comparativo entre o modelo anterior e o aprovado, considerando uma dívida de R$ 17.648, 82 parcelada em 36 vezes, iniciando em setembro/2020. Nesse exemplo, a redução no valor da dívida corrigida e da parcela chega a 26%:

Com a implementação dessas novas regras, a intenção da Postal Saúde é facilitar aos beneficiários o pagamento dos valores pendentes; evitar o cancelamento do plano, por inadimplência, e aprimorar o processo, de forma que todos sejam beneficiados.

Sendo assim, orientamos que os beneficiários com algum débito em aberto aproveitem as novas regras para realizar a negociação desses valores e regularizar sua situação no plano de saúde.



Clique no link para conferir o vídeo:https://youtu.be/sE0e1rCrmuQ

A Central de Atendimento ao Beneficiário está à sua disposição pelo 0800 888 8116, 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive nos feriados.





Por: Comunicação/Postal Saúde

Foto: 123 RF