24/12/2019 - 11:55 - Atualizado em 24/12/2019 - 11:21

Cuidados gerais com o tabagismo

O hábito de fumar cigarros e outros produtos que contém tabaco pode criar consequências graves para a saúde. E este já é um problema reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e amplamente pesquisado pelo mundo.

Estima-se que 2,8 milhões de pessoas no mundo sejam fumantes. São cerca de 5,7 trilhões de cigarros consumidos em todo o planeta, e o Brasil está entre os dez países com mais fumantes do sexo masculino.

Até aqueles que não fumam devem estar atentos. O ar em ambientes de fumantes contém, em média, três vezes mais nicotina, monóxido de carbono e até 50 vezes mais substâncias cancerígenas. O risco de câncer de pulmão aumenta em 30% nos fumantes passivos, além de 24% mais chance de infarto.

Causas

O tabagismo causa dependência, antes de tudo, por causa da nicotina. Ao ser inalada, ela ativa receptores cerebrais ligados ao sistema de recompensa, liberando dopamina, o neurotransmissor responsável pelas sensações de prazer, satisfação, melhora da atenção e aprendizado. No entanto, o uso crônico da nicotina leva a uma dessensibilização destes receptores, que passam a exigir doses maiores para atingir novamente as sensações prazerosas.

Além da adição física, ainda existe uma dependência comportamental, que é desenvolvida a partir da rotina criada pelo fumante.

Parando de fumar

Os tratamentos médicos para largar o cigarro sempre passam por profissionais de saúde e acompanhamento constante. Geralmente, o processo envolve tanto consultas individuais quanto sessões de grupos de apoio, nas quais o paciente entende o papel do cigarro na sua vida e recebe orientações de como criar novos hábitos saudáveis.

O efeito da nicotina no sistema nervoso central é semelhante ao de drogas como cocaína, heroína e álcool, com a diferença que chega ao cérebro no curto intervalo de 7 a 19 segundos. Por isso, os primeiros dias longe do cigarro podem ser os mais difíceis.

Confira o vídeo produzido pela Postal Saúde para mais informações sobre os riscos do tabagismo:


Fontes: Minha Vida / Inca
Foto: Freepik