13/11/2019 - 13:58 - Atualizado em 14/11/2019 - 15:06

Hoje é o Dia Mundial do Diabetes

Conheça os tipos, os sintomas, a prevenção e o controle da doença, que já atinge cerca de 14 milhões de brasileiros




Em 14 de novembro, é celebrado o Dia Mundial do Diabetes pela Federação Internacional de Diabetes e pela Organização Mundial de Saúde.

O Diabetes Mellitus (DM) é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos. Atualmente, a doença já atinge mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 14 milhões no Brasil (cerca de 7% da população adulta).

O Brasil ocupa o 4º lugar no mundo em número de diabéticos, só perdendo para China (92,3 milhões), Índia (63 milhões) e Estados Unidos (26,4 milhões). A doença continua a aumentar em todos os países. Estima-se que em 2040 haja um aumento para 642 milhões de pessoas atingidas pelo diabetes.

A insulina é produzida pelo pâncreas e é responsável pela manutenção do metabolismo da glicose e a falta desse hormônio provoca déficit na metabolização da glicose e, consequentemente, diabetes. Caracteriza-se por altas taxas de açúcar no sangue (hiperglicemia) de forma permanente.


Confira alguns Mitos e Verdades sobre o Diabetes na página web da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Tipos

- Tipo 1: causada pela destruição das células produtoras de insulina, em decorrência de defeito do sistema imunológico em que os anticorpos atacam as células que produzem a insulina. Ocorre em cerca de 5 a 10% dos diabéticos.

- Tipo 2: resulta da resistência à insulina e de deficiência na secreção de insulina. Ocorre em cerca de 90% dos diabéticos.

- Diabetes Gestacional: é a diminuição da tolerância à glicose, diagnosticada pela primeira vez na gestação, podendo ou não persistir após o parto. Sua causa exata ainda não é conhecida.

- Outros tipos: são decorrentes de defeitos genéticos associados com outras doenças ou com o uso de medicamentos. Podem ser: defeitos genéticos da função da célula beta; defeitos genéticos na ação da insulina; doenças do pâncreas exócrino (pancreatite, neoplasia, hemocromatose, fibrose cística etc.); induzidos por drogas ou produtos químicos (diuréticos, corticoides, betabloqueadores, contraceptivos etc.).


Principais sintomas do Diabetes tipo 1

- Vontade de urinar diversas vezes;

- Fome frequente;

- Sede constante;

- Perda de peso;

- Fraqueza;

- Fadiga;

-Nervosismo;

-Mudanças de humor;

- Náusea;

- Vômito.


Principais sintomas do Diabete tipo 2

- Infecções frequentes;

- Alteração visual (visão embaçada);

- Dificuldade na cicatrização de feridas;

- Formigamento nos pés;

-Furúnculos.


Prevenção e controle

Pacientes com história familiar de DM devem ser orientados a:

- Manter o peso normal; não fumar;

- Controlar a pressão arterial;

-Evitar medicamentos que potencialmente possam agredir o pâncreas;

- Praticar atividade física regular.


Pacientes com Diabetes devem ser orientados a:

- Realizar exame diário dos pés para evitar o aparecimento de lesões;

- Manter uma alimentação saudável;

- Utilizar os medicamentos prescritos;

- Praticar atividades físicas;

-Manter um bom controle da glicemia, seguindo corretamente as orientações médicas.


Data

O 14 de novembro foi escolhido por ser o aniversário de Frederick Banting, o médico canadiano que, juntamente com o seu colega Charles Best, conduziu as experiências que levaram à descoberta da Insulina, em 1921.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fontes: Ministério da Saúde, com Sociedade Brasileira de Diabetes e Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia