29/11/2018 - 19:37 - Atualizado em 29/11/2018 - 19:51

Esclarecimentos – Ação contra a Postal Saúde na Bahia

Sobre a ação nº 0000409-83.2015.5.05.0034, registrada no Tribunal Regional do Trabalho contra a Postal Saúde, a Operadora vem a público esclarecer os seguintes pontos:

- A Operadora dispõe, nacionalmente, de mais de 18 mil prestadores, entre hospitais, clínicas, laboratórios ou profissionais. Tais números confirmam que a Postal Saúde cumpre com exigência de oferecer todos os procedimentos previstos pela ANS, para atendimento integral das coberturas previstas na Lei 9.656/1998. Desse modo, a tese contida na ação de que a criação da Postal Saúde "proporcionou a descontinuidade e precarização da assistência de saúde que ocorreu diminuição de prestadores" não se sustenta;

- Sobre a rede de atendimento na Bahia, Estado onde a ação questionou a qualidade dos serviços, a Postal Saúde destaca que a quantidade de prestadores aumentou. Como foi demonstrado no processo, em 2015 a rede contava com 994 credenciados. Hoje, esta quantidade evoluiu para 1074 credenciados;

- De acordo com os dados apresentados acima e comprovados no processo, a Postal Saúde interporá todos os recursos cabíveis, a fim de reformar a sentença proferida em desacordo com as provas apresentadas pela Operadora nos autos do processo.

A preocupação da Postal Saúde sempre foi manter um atendimento de qualidade a seus empregados, reconhecendo que a saúde é o seu maior patrimônio.

Postal Saúde. Sua vida, nossa existência!