08/06/2017 - 18:24 - Atualizado em 09/06/2017 - 09:17

Pesquisa mostra alta incidência de HPV em homens brasileiros

A vacina é segura e é a única forma efetiva de proteger os homens das infecções causadas pelo papilomavírus humano



Homens brasileiros têm mais incidência de HPV que os mexicanos e os americanos


Um estudo publicado pela primeira vez na revista científica “The Brazilian Journal of Infectious Diseases”, da Sociedade Brasileira de Infectologia, edição de abril/2017, revela que 72% dos brasileiros apresentam infecções pelo papilomavírus humano (HPV) na região genital, quando comparados a 62% dos mexicanos e 61% dos americanos.

A pesquisa foi feita com mais de quatro mil voluntários de 18 a 73 anos de idade residentes no Brasil, no México e nos Estados Unidos. Destes, 1.400 são brasileiros. Por essa razão, a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação contra o HPV em meninos. A vacina é segura e é a única forma efetiva de proteger os homens das infecções causadas pelo papilomavírus humano.

A vacina para meninos de 12 e 13 anos foi incorporada ao calendário oficial do Ministério da Saúde neste ano, com o objetivo de preveni-los das infecções e doenças causadas pelos tipos 6, 11, 16 e 18. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos os meninos de 9 a 13 anos de idade.

Desde 2014, o imunizante é distribuído gratuitamente pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) para meninas de 9 a 14 anos e para mulheres de 9 a 26 anos de idade vivendo com HIV.

Segundo Luisa Lina Villa, pesquisadora líder do estudo no Brasil, os tipos de HPV mais frequentemente encontrados nos homens foram o HPV 6 (associado à maioria das verrugas genitais) e o HPV 16 (associado a uma proporção significativa de tumores de ânus e suas lesões precursoras). É importante notar que o Brasil foi o país que registrou as maiores taxas de infecção por HPVs de baixo e alto risco oncogênico.

Verrugas — Em torno de 5% dos homens que têm infecções por HPV desenvolvem verrugas genitais. Isso ocorre em todas as faixas etárias, sendo mais frequente nos mais jovens (18 a 30 anos de idade). Em geral, esse grupo tem múltiplas parceiras (ou parceiros) sexuais, e não está em relacionamentos estáveis. O estudo também aponta que a incidência do câncer de pênis é três vezes maior em homens brasileiros do que norte-americanos, por exemplo.

“Há diversos fatores para que isso aconteça, estando entre eles as elevadas taxas de infecção por HPV, hábitos sexuais, a falta de circuncisão, higiene e, principalmente, o acesso restrito à saúde pública”, esclarece Luisa Villa. Segundo a pesquisadora, para alcançar a redução das infecções e dos tumores causados pelos tipos mais frequentes de HPV, é preciso aumentar as taxas de cobertura.

Em países que não atingiram altas taxas de cobertura para a imunização de meninas, vacinar meninos já se mostrou como uma estratégia de proteção importante, e um programa de vacinação contra HPV poderia proteger diretamente meninos e meninas, acelerando a redução de cânceres e verrugas genitais na população.

Mesmo obtendo altas taxas de cobertura na vacinação de meninas, em 2013, a Austrália foi o primeiro país a incluir os meninos na vacinação contra o HPV. Cada vez mais países estão adotando uma política para vacinar meninos e meninas contra o HPV em seus programas nacionais de imunização como EUA, Israel, Panamá e Áustria. Outros países introduziram a vacinação em âmbito subnacional, como México, Canadá e Itália.

Brasil — No Brasil, a vacinação pública contra o HPV está abaixo da cobertura esperada em todas as regiões. Em 2015, por exemplo, apenas 44,3% das meninas de 9 a 11 anos tomaram a segunda dose, o que deixa a população mais vulnerável à infecção. “Um grande esforço de conscientização e esclarecimento da população e dos profissionais da saúde vem sendo feito para alcançar as elevadas taxas obtidas para a primeira dose da vacina”, destaca Luisa Villa.

Por: Comunicação/Postal Saúde, com informações do Ministério da Saúde

Foto:Banco de Imagens Free stock photos · Pexels