13/06/2018 - 18:49 - Atualizado em 13/06/2018 - 19:11

Postal Saúde no Dia Mundial do Doador de Sangue

Data marca a importância do ato voluntário, que salva milhões de vidas todos os anos

O Dia Mundial do Doador de Sangue é celebrado nesta quarta-feira (14). A Postal Saúde apoia inteiramente a doação voluntária de sangue e, para ajudar na sensibilização das pessoas sobre este assunto tão importante, preparou um vídeo contando a história da Luana Chavante, empregada da Operadora em Brasília, que faz doações periódicas no Hemocentro da localidade.

Confira o vídeo abaixo:

Doar sangue é um ato de solidariedade que ajuda a salvar milhões de vidas todos os anos. As transfusões de sangue e de seus componentes contribuem também para que os pacientes com doenças potencialmente mortais vivam por mais tempo e com melhor qualidade de vida, além de possibilitar intervenções médicas e cirúrgicas complexas. As transfusões têm uma função vital no atendimento materno-infantil, na gravidez e na resposta de emergência no caso de desastres naturais ou causados pelos seres humanos.

Para ser um doador, é necessário que a pessoa esteja apta e preencha a alguns requisitos. Veja os principais:


Condições básicas

• Ter entre 16 e 69 anos de idade (Menor de 18 anos deve apresentar o formulário de autorização e cópia do documento de identidade com foto do pai, mãe ou tutor/guardião);

• Pesar mais de 50 quilos e ter IMC maior ou igual a 18,5 (descontar o vestuário);

• Não estar em uso de medicamentos;

• Apresentar documento oficial com foto (original ou cópia autenticada em cartório), em bom estado de conservação e dentro do prazo de validade. Documentos aceitos: carteira de identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista, carteira nacional de habilitação, passaporte, carteira profissional emitida por classe ou carteira do doador da FHB. Não são aceitos crachás funcionais nem carteiras estudantis;

• Dormir pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação;

• Não praticar exercícios físicos nas 12 horas anteriores à doação;

• Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;

• Não fumar duas horas antes da doação.


IMPORTANTE:

• Doador com menor de 12 anos deverá vir acompanhado de outro adulto para cuidar da criança.

• O candidato à doação será avaliado por profissionais de saúde para verificar se está apto a doar.

• Seja sincero ao responder as perguntas feitas durante a triagem! Não omita informações importantes, pois disso depende a segurança do doador e do receptor.


Alimentação

Nada de jejum! É importante estar bem alimentado para doar sangue, assim como beber bastante água desde o dia anterior à doação. Fique atento a algumas precauções:

• Pelo menos três horas antes da doação, evite alimentos gordurosos, como açaí, abacate, leite e seus derivados (queijo, iogurte, manteiga…), massas, frituras, ovos, maionese, sorvete, chocolate, etc.

• Se preferir doar depois do almoço, aguarde duas horas após ter se alimentado. O almoço deve ser leve, com carnes grelhadas, saladas, arroz e feijão sem carnes.

Se você quer ser um doador, procure o hemocentro de sua localidade.


Por: Comunicação/Postal Saúde
Fontes: Fundação Hemocentro de Brasília e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)