23/01/2019 - 12:00 - Atualizado em 24/01/2019 - 16:53

​Você sabe o que é o fator de proteção solar?

Saiba mais sobre o significado do FPS dos filtros solares


Janeiro é época de aproveitar as férias e o verão brasileiro é um convite para passar horas no sol. Porém, seja em praias, piscinas, clubes ou parques, existe uma companhia que é obrigatória nesse período: o protetor solar.

Também chamado de filtro solar, seu objetivo é proteger o corpo dos raios ultravioleta (UVA e UVB), o que previne contra doenças de pele, inclusive o câncer. Mas e aquele número que aparece destacado na embalagem? Você sabe o que ele significa?

O fator de proteção solar (FPS) é o que determina quanto aquele produto vai proteger a sua pele. Para saber qual é o FPS mais indicado para a sua pele, o teste é simples: basta multiplicar o tempo que a sua pele começa a ficar vermelha após exposição ao sol pelo número do fator de proteção. O resultado vai indicar quantos minutos o protetor vai ter efeito em você. Por exemplo:

***Se sua pele demora 10 minutos para ficar avermelhada no sol sem proteção e o seu protetor é fator 30, isso significa que a proteção vai durar 300 minutos.

Por isso, o recomendado é que se use filtros solares com FPS de pelo menos 30. O valor mais baixo no mercado é de 2 FPS, o que significa que a reposição do protetor teria que acontecer a cada 20 minutos, no exemplo acima.

A reposição deve ser feita, no entanto, a cada duas horas – ou menos. Isso se deve à queda da proteção por causa da ação da água, tanto dos mergulhos quanto da transpiração.


Outra diferença entre os diferentes FPS está na própria fabricação do produto. Alguns possuem bloqueadores mais fortes e com substâncias mais aderentes à pele, ou seja, que não “desgrudam” facilmente depois do contato com a água e com o suor.

Dicas importantes

Naturalmente, os protetores com maior FPS são mais indicados para pessoas com a pele mais clara, mas isso não significa que pessoas com pele escura não precisam se proteger. Os raios ultravioleta são um risco para todos.

Certifique-se que o produto garanta a proteção contra UVA e UVB. Alguns protetores possuem proteção apenas contra um dos tipos de raios ultravioleta, o que é ruim. O UVA consegue penetrar até as camadas mais profundas da pele, sendo um grande risco à saúde.

O ideal é que o filtro solar deva ser colocado cerca de 15 minutos antes da exposição, de preferência, com a menor quantidade de roupa possível.

Não deixe de usar acessórios como chapéus, bonés ou viseiras. Além disso, evite o sol entre 10h e 16h, quando a incidência da radiação solar é maior.

Também é importante ressaltar que o protetor solar não deve ser usado apenas no verão. Os cuidados com a pele devem ser diários!


Fotos: Stock Photos